vivi_serpa

 
Rejestracja: 2013-06-14
Oi amores. Por inúmeros motivos estou deixando o GD. Amei cada segundo aqui com vocês. Besitos
Punkty39Więcej
Następny poziom: 
Ilość potrzebnych punktów: 161
Ostatnia gra

Pensem nisto enquanto eu lhes digo BOA NOITE !!!

2018-04-15       
Arrisque mais do que é necessário. Saiba mais do que é normal. Seja forte. Mostre coragem. Respire. Delete. Ame. Fale a sua verdade. Viva seus valores. Ria. Chore. Inove. Simplifique. Ignore a mediocridade. Aponte para o gênio. Continue humilde. Seja mais amável do que o esperado. Entregue mais do que é necessário. Exale paixão. Quebre seus limites. Transcenda seus medos. Inspire outros por sua grandeza. Sonhe grande, mas comece pequeno, aja agora. Não pare. Mude o mundo.

https://www.youtube.com/watch?v=AqFceXPWj8g

♥i♥ ATÉ UM DIA QUALQUER, QUEM SABE. ADEUS, AMIGOS! BESITOS

2016-09-15       
https://www.youtube.com/watch?v=VPRjCeoBqrI


"Talvez seja essa a grande vilã dos relacionamentos:
A bagagem emocional. 
O resquício, o trauma, as mazelas, as lembranças. Tudo isso gera insegurança e medo do novo. O medo do “de novo”. 
O medo de se entregar, de acreditar, de se dedicar e de se decepcionar. 
E tudo isso porque alguém, certa vez, teve a infeliz ideia de dizer que é normal errar uma vez, mas prosseguir no erro é indigno. Tolice, eu diria. 
Não existem erros iguais, apenas situações coincidentes. Ninguém erra duas vezes igual porque não existem nesta vida duas situações idênticas, e mesmo se existissem, a pessoa com quem você está lidando não é a mesma e, sobretudo e o mais importante no caso, é que você não será mais o mesmo. 
A cada erro um aprendizado. 
Cada vez que você acredita que será diferente, realmente há de ser. Talvez novamente não haja o final que você espera, mas haverá um final que você ainda desconhece e que irá te transformar em uma pessoa mais preparada do que é hoje. E isso, por si só, já vale o risco. 
A bagagem emocional te aprisiona e te faz ser injusto. Faz com que você jogue as decepções de um relacionamento passado na conta de uma pessoa que não tem nada a ver com isso. 
Faz você duvidar da sorte. 
Faz você afastar uma pessoa boa da sua vida com medo de se decepcionar com ela, ou de causar essa decepção. É essa bagagem que faz surgirem clichês do tipo: “Todo homem não presta” ou “Toda mulher é interesseira”. 
Superficial e tolo como tantas outras conclusões que se ouvem por aí. Não é todo homem que não presta. Talvez o que não preste sejam os seus critérios de escolha, ou os lugares em que você tem procurado esses homens. Já pensou nisso? 
E nem toda mulher é interesseira e, sim, você que faz de tudo para atrair as que são, mostrando mais o que você tem do que o que você é. Comportando-se assim, não restam dúvidas quanto ao tipo das pessoas que irão se aproximar de você. O passado não pode fechar portas para o futuro. Ele apenas te direciona sobre quais novas portas abrir. Pense nas suas decepções passadas. Veja quanto que você se tornou uma pessoa melhor depois delas. Não valeu a pena?
De que outra forma você poderia alcançar a maturidade que tem agora? 
Foi dolorido? Com certeza! 
Mas ninguém te disse que seria fácil. É também por conta dessa bagagem emocional que surgem as fórmulas prontas: 'Não ligue no dia seguinte, tente não demonstrar interesse, cuidado com as palavras fortes, demore um pouco para responder'… 
Fórmulas que deram certo em momentos distintos e com pessoas totalmente diferentes de você. O mundo seria um lugar melhor se as pessoas procurassem ser mais verdadeiras e ficassem menos na defensiva. Menos fórmula pronta, mais cara limpa. 
Você gosta? Então diga! 
Está com saudade? Procure! Quer conversar? Ligue! 
Sem medo, sem frescura, sem orgulho, sem receio. 
E você que está recebendo tal tratamento, não seja estúpido e trate essa pessoa com a atenção e a verdade que ela merece. 
Coragem e transparência são itens raros nos dias de hoje e não faz sentido você que reclama tanto de não poder confiar nas pessoas, não saber valorizar quando aparece alguém que te trata com verdade. As pessoas parecem estar perdendo o hábito de lidar com a verdade, por isso ela assusta tanto. Não tenha medo de ser feliz. Mais vale um mês de alegria do que um ano inteiro de solidão. Ninguém sabe quanto tempo vai durar. Um casamento, um namoro, um romance, uma amizade, um amor, a vida. Tudo é passageiro e incerto. Mas o medo de acabar não pode nunca te impedir de tentar. É comum ouvir por aí alguém dizer: “Terminei meu namoro de três anos. Não deu certo!” Não deu certo? Como não? Em tempos de casamentos que duram meses você me diz que um relacionamento de três anos não deu certo? Deu muito certo, caso contrário não teria durado tanto. Foi verdadeiro? Foi intenso? Deixou boas recordações? Então deu certo sim e valeu a pena. Se houve dor e decepção no caminho, é o preço natural que se paga. Que venham outros amores, outros amigos, outros lugares e outros momentos. Que a dor de um adeus não seja maior que a alegria de um recomeço. 
Que o medo de errar não seja maior que a vontade de acertar. 
A vida vai ser sempre essa roda gigante e, se você não aguentar o frio na barriga na hora da descida, não vai sentir o vento no rosto e a sensação única da subida. E, vai por mim, a vista lá de cima é incrível".

Pensem nisto enquanto eu lhes digo BOA NOITE !!!

2016-06-06       
https://www.youtube.com/watch?v=XRhkKzmUO_U

"A partir de agora, decreto férias de mim. Talvez estas sejam na verdade as minhas primeiras férias, ou melhor, uma carta de demissão: dos meus medos e cansaços, dos meus labirintos.

Decidi ir pra longe dos meus habituais enganos, das minhas falas decoradas, das minhas previsíveis ruas sem saída.

Vou deixar em minha mesa todos os apegos e irei para o lado contrário das mágoas; ainda que na contramão.

Vou para bem distante das minhas já manjadas muletas e reações alérgicas emocionais; da minha (própria) cara de reprovação.

Viajarei mesmo pra longe; para o lado de mim que pouco lembrava e que senti por tanto tempo saudades.

Vou levar o coração pra tomar sol, abrir janela para arejar certezas, vou arranjar um romance ardente comigo mesma.

Sairei para saber o que deixei pra lá, aceitarei convites e atenderei a convocação dos meus amanhãs. E chegando lá, vou fazer minha programação: acordar bem cedinho para as verdades, alimentando-me de levezas e boa companhia, seja a dos passarinhos ou de mim mesma.

Vou fazer passeios por lugares esquecidos de dentro; só pretendo não passear pelos museus. Vou visitar sonhos novos em folha que esqueci amarrotados entre os dias por me ocupar demais.

E dessa vez não vou economizar. Vou me gastar e me desgastar até me ganhar mais uma vez. Não posso mais me poupar de tanto que me poupei, nem represar futuros que me pertencem.

Daqui em diante, só vou assumir aquilo que fizer parte do meu show. O que não fizer, deixarei para sempre dentro do almoxarifado.

Não posso ficar sentado fazendo hora extra para as tristezas, aceitando o peso da rotina, engolindo sapos, deixando a preguiça e o desencanto cuidarem do meu expediente. Não vou mais me permitir clausuras que um dia voluntariamente me permiti entrar.

Vou reaprender novos e velhos ofícios da alma, redescobrir levezas, gostar de mim, ser sereno num despretensioso hoje. E o que não puder reciclar, reinvento. Porque não mais aceitarei o assédio moral das minhas sombras, das minhas covardias e inseguranças.

Vou tomar café quentinho com o meu lado criativo e esperançoso. Vou promover o meu amor-próprio. Vou admitir o meu perdão.

E qualquer coisa, podem me ligar, convocar-me de volta por fax, e-mail, cartinha. Somente irei responder às minhas verdades. Só vou atender aos compromissos que me interessam.

Fui ser feliz, e quem sabe, não volte mais…"


Pensem nisto enquanto eu lhes digo BOA NOITE !!!

2015-04-18       


Tenho uma mania chata de não aceitar 'não' como resposta, sou do tipo confusa que sabe o que quer.
Sou obcecada por verdades, desconfio dos que nunca sofrem, nunca se irritam e principalmente dos que nunca amam.
Sou apaixonada pelos pequenos gestos, pelas pessoas que demonstram o que sentem, pelos que admitem que erraram. Bonito pra mim é quem se supera todo dia, quem segue em frente, quem arrisca de novo e de novo.
Conversas fúteis me cansam, pessoas previsíveis não me atraem, mentiras me entristecem. Odeio quem ofusca meu sorriso com palavras pessimistas, quem não aceita que o outro possa ser feliz sem que ele também seja, quem acha que com sentimentos se brinca, quem não me acrescenta nada. Tenho uma força que ninguém tira e uma coragem que nunca me abandona, sou capaz de morrer de tanto chorar em um dia e no outro rir escandalosamente, porque foi vivendo que descobri que recomeçar é a melhor maneira de viver bem.

BOA NOITE! 





Pensem nisto enquanto eu lhes digo:

2014-12-20       

“Chega de ficar quebrando a cara com os velhos erros de sempre...

Quero cometer erros novos, passar por apertos diferentes, experimentar situações desconhecidas, sair da rotina e do lugar comum. Chega de saber a saída e ficar parada na porta, ensaiando os passos sem nunca entrar na estrada, esperando que me venha o que eu mais preciso encontrar. Chega de planejar o futuro e tropeçar no presente. Chega de pensar demais e fazer de menos. Chega de pensar de um jeito e fazer de outro. Chega do corpo dizer sim e a cabeça, não. Chega desses intermináveis conflitos que me fazem adiar para nunca a minha decisão. A vida é feita desses acasos! Nada de lamentos nem de choros, por que a vida nos deixou valentes!”


https://www.youtube.com/watch?v=5ejLWCE_esg


Pensem nisto enquanto eu lhes digo: "Boa Noite" (4)

2014-12-13       

"Saudações a quem tem coragem! Coragem de se mostrar. Liberdade de ser. Ser louco, diferente, lindo, feio, chato, inquietante! Eu sou assim. Tenho um milhão de defeitos. Intensa até virar do avesso. Eu vivo para sentir. Me desafie. Me tire do sério. Me tire do tédio. Vire meu mundo do avesso! Fale o que não estou esperando ouvir, vá... Mas, pelo amor de Deus, me faça sentir. Eu quero rir até a barriga doer. Chorar e ficar com cara de sapo. Este é o meu alimento: Emoções!"

https://www.youtube.com/watch?v=HJyb8LIGTEA

Pensem nisto enquanto eu lhes digo: "Boa Noite" (3)

2014-08-12       
https://www.youtube.com/watch?v=i1Nm-MJ313w


"Sou pessoa de dentro pra fora. Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto.
Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente.
Sou isso hoje...
Amanhã, já me reinventei.
Reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim.
Sou complexa, sou mistura, sou mulher com cara de menina... E vice-versa.
Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar...
Não me entrego pela metade, não sou tua meio amiga nem teu quase amor.
Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos.
Sou boba, mas não sou burra. Ingênua, mas não santa.
Sou pessoa de riso fácil... E choro também!"

Pensem nisto enquanto eu lhes digo: "Boa Noite" (2)

2014-08-02       
https://www.youtube.com/watch?v=xEOms2eD0Zc

"Já não tenho paciência para algumas coisas, não porque tenha me tornado arrogante, mas simplesmente porque cheguei a um ponto da minha vida em que não me apetece perder mais tempo com aquilo que me desagrada ou fere...
Já não tenho pachorra para cinismo, críticas em excesso e exigências de qualquer natureza. Perdi a vontade de agradar a quem não agrado, de amar quem não me ama, de sorrir para quem quer tirar-me o riso. Já não dedico um minuto que seja a quem me mente ou quer manipular.
Decidi não conviver mais com pretenciosismo, hipocrisia, desonestidade e elogios baratos. Já não consigo tolerar eruditismo seletivo e altivez acadêmica.
Não suporto conflitos e comparações.
Acredito num mundo de opostos e por isso evito pessoas de caráter rígido e inflexível.
Na amizade desagrada-me a falta de lealdade e a traição.
Não lido nada bem com quem não sabe elogiar ou incentivar.
Os exageros aborrecem-me e tenho dificuldade em aceitar quem não gosta de animais.
E acima de tudo já não tenho paciência nenhuma para quem não merece a minha paciência..."


Pensem nisto enquanto eu lhes digo: "Boa Noite"

2014-07-16       

"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a perdoá-la.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva um certo tempo para construir confiança e apenas alguns segundos para destruí-la; e que você, em um instante, pode fazer coisas das quais se arrependerá para o resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e que, de fato, os bons e verdadeiros amigos foram a nossa própria família que nos permitiu conhecer. Aprende que não temos que mudar de amigos: se compreendermos que os amigos mudam (assim como você), perceberá que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou até coisa alguma, tendo, assim mesmo, bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito cedo, ou muito depressa. Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que verdadeiramente amamos com palavras brandas, amorosas, pois cada instante que passa carrega a possibilidade de ser a última vez que as veremos; aprende que as circunstâncias e os ambientes possuem influência sobre nós, mas somente nós somos responsáveis por nós mesmos; começa a compreender que não se deve comparar-se com os outros, mas com o melhor que se pode ser.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se deseja tornar, e que o tempo é curto. Aprende que não importa até o ponto onde já chegamos, mas para onde estamos, de fato, indo – mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar servirá.

Aprende que: ou você controla seus atos e temperamento, ou acabará escravo de si mesmo, pois eles acabarão por controlá-lo; e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa o quão delicada ou frágil seja uma situação, sempre existem dois lados a serem considerados, ou analisados.

Aprende que heróis são pessoas que foram suficientemente corajosas para fazer o que era necessário fazer, enfrentando as consequências de seus atos. Aprende que paciência requer muita persistência e prática. Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, poderá ser uma das poucas que o ajudará a levantar-se. (…) Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido: simplesmente o mundo não irá parar para que você possa consertá-lo. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar atrás. Portanto, plante você mesmo seu jardim e decore sua alma – ao invés de esperar eternamente que alguém lhe traga flores. E você aprende que, realmente, tudo pode suportar; que realmente é forte e que pode ir muito mais longe – mesmo após ter pensado não ser capaz. E que realmente a vida tem seu valor, e, você, o seu próprio e inquestionável valor perante a vida."


https://www.youtube.com/watch?v=CevxZvSJLk8

Adeus amigos(as) !!!! besitos ...

2014-03-25       


Desejo a vocês
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com os amigos
Viver sem inimigos
Filme na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Ouvir uma palavra amável
Ver a banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir não
Nem nunca, nem jamais
Nem adeus
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho
Sarar de resfriado
Escrever um poema de amor
Tomar banho de cachoeira
Aprender uma nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas com alegria
Uma tarde amena
Calçar um chinelo velho
Tocar violão para alguém
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu

Carlos Drummond de Andrade

Strony: 2