guymaraes

 
Rejestracja: 2009-04-28
Não tenha medo do que quer ser ou ter, mas esteja sempre disposto a pagar o preço por isso.
Punkty112więcej
Następny poziom: 
Ilość potrzebnych punktów: 88
Ostatnia gra
Bingo

Bingo

Bingo
2 lat 318 dni temu

A PESSOA ERRADA

 

Pensando bem
Em tudo o que a gente vê, vivencia, ouve e pensa...
Não existe uma pessoa certa pra gente.

Existe uma pessoa que se você for parar pra pensar
É, na verdade, a pessoa errada.

Porque a pessoa certa faz tudo certinho,
Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.
Mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.

Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça
Fazer loucuras, perder a hora, morrer de
amor.

A pessoa errada vai ficar alguns dias sem te procurar
Que é pra na hora que vocês se encontrarem
A entrega ser muito mais verdadeira.

A pessoa errada é, na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa
Essa pessoa vai te fazer chorar
Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas

Essa pessoa vai tirar seu sono
Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível

Essa pessoa talvez te magoe
E depois te encha de mimos te pedindo perdão

Ella pode não estar 100% do tempo ao seu lado
Mas vai estar 100% da vida dela esperando você.
E também vai estar o tempo todo pensando em você.

A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo
Porque a
vida não é certa. Nada aqui é certo.

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrario os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta

O amor não e chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, ninguém ama outra pessoa porque ela e educada, veste-se bem, porque e fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom da voz pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.  Ele tem um jeito de sorrir que a deixa imobilizada, o beijo dele é mais viciante do que LSD. Você adora brigar com ele e ele adora implicar com você... Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste ele diz que vai ligar e não liga,  ele não tem tanta vocação assim para príncipe encantado, e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Porque você ama esta cara?  Não pergunte para mim.

Você e inteligente e bonita, seu cabelo nasceu pra ser sacudido num comercial de xampu, seu corpo tem todas as curvas  (ou quase todas), gosta de viajar, de musica, você tem bom humor, não pega no pé de ninguém ( ou quase ninguem).

Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática! Você linda + ele perfeito = dois apaixonados, amor para sempre.

Não funciona assim amar não requer conhecimento prévio, nem consulta ao SPC, ama-se justamente pelo que o amor tem de indefinível.

Honestos existem milhares, generosos tem as pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim ó!

Mais ninguém consegue ser do jeito do amor da sua vida! Pois ele nasceu pra você.

O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo
Amando, sorrindo, chorando,
emocionando, pensando,
agindo,querendo,conseguindo

E só assim é possível chegar àquele momento do dia
Em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo"

Quando na verdade tudo o que ele quer
É que a gente encontre a pessoa errada
Pra que as coisas comecem realmente a funcionar direito pra gente...

nossa missão:

Compreender o universo de cada ser humano,

Respeitar as diferenças,

Blindar as descobertas,

Buscar a evolução

Mais quando a gente acha que tem todas as respostas

Vem a vida e muda todas as perguntas.


O BOLETIM!!!

Era quarta-feira, oito horas da manhã. Cheguei em tempo na escola do meu filho.

“Não se esqueçam de vir à reunião de amanhã, é obrigatória”, foi o que a professora havia dito no dia anterior. O que essa professora pensa? Acha que podemos dispor facilmente do tempo que ela determina? Se ela soubesse quão importante era reunião que eu tinha às oito e meia.

Dela dependia uma boa negociação e tive que cancelá-la só pra ir à escola.


Lá estávamos nós, pais e a professora. Ela agradeceu nossa presença e começou a falar. Não lembro o que ela dizia, minha mente estava pensando em como iria resolver a minha ausência na reunião e salvar esse negócio tão importante. “João Rodrigues!”, escutei ao longe. “Não veio o pai de João?”, insistiu a professora.

– Sim, eu estou aqui, respondi enquanto ia em sua direção para receber o boletim escolar do meu filho.

Voltei pro meu lugar e olhei rapidamente o boletim… Para isso foi que eu vim? O que é isso? O boletim estava cheio de notas 5 e 6! Guardei rapidamente para que ninguém visse como tinha se saído meu filho.

De volta para casa aumentava ainda mais minha raiva cada vez que pensava: eu dou tudo para esse menino, não tem faltado nada. Porque não se dedica na escola? Agora ele vai ver! Entrei em casa, fechei a porta numa batida e gritei:


– Vem aqui, João!

Ele estava no quintal, correu para abraçar-me.


– Papai!


– Nada de papai!


Afastei-o de mim, tirei a minha cinta e não lembro quantas vezes bati, ao mesmo tempo em que falava tudo o que pensava dele.


– Moleque sem vergonha, preguiçoso. Agora vai para o teu quarto!


João foi chorando, sua face estava vermelha e a boca tremia.
 Minha esposa não falou nada, só mexeu a cabeça num gesto de reprovação e entrou na cozinha.

Quando fui para cama, já mais tranquilo, minha esposa me entregou o boletim do João, que tinha ficado dentro do meu casaco, e disse:


– Leia devagar e depois pense no que você fez.


Bem no começo estava escrito: BOLETIM DO PAPAI.

* Pelo tempo que teu pai dedica a conversar contigo antes de dormir: 6
* Pelo tempo que teu pai dedica para brincar contigo: 5
* Pelo tempo que teu pai dedica para te ajudar com as tarefas: 6
* Pelo tempo que teu pai dedica par te levar de passeio com a família: 5
* Pelo tempo que teu pai dedica para te ler um livro antes de dormir: 5
* Pelo tempo que teu pai dedica para te abraçar e te beijar: 6
* Pelo tempo que teu pai dedica para assistir televisão contigo: 6
* Pelo tempo que teu pai dedica para escutar tuas dúvidas ou problemas: 5
* Pelo tempo que teu pai dedica para te ensinar coisas: 6

Média: 5,55
Foi aí que a ficha caiu. As crianças tinham qualificado os seus pais. O meu deu para mim 5 e 6 e eu, sinceramente, merecia até menos. Me levantei e corri para o quarto dele, o abracei e chorei. Queria poder voltar no tempo, mas isso não era possível.
João abriu os olhos, ainda inchados pelo choro, sorriu, me abraçou e disse:

– Eu te amo, papai!


E voltou a dormir.

Já pensou qual seria a “nota” que seu filho daria para você hoje?