sannyasin1

 
Rejestracja: 2010-03-23
"O único tirano que aceito neste mundo é a voz interior, suave e serena." ( Mahatma Gandhi )
Punkty43więcej
Następny poziom: 
Ilość potrzebnych punktów: 157
Ostatnia gra
Pool Live Pro

Pool Live Pro

Pool Live Pro
1 rok 71 dni temu

COMO NASCE UM PARADÍGMA

COMO NASCE UM PARADÍGMA

Pra quem não sabe; paradigma é a representação de padrão de modelos a serem seguidos.

Vamos a uma historinha que explica isto com grande perfeição

Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula; em cujo centro foi colocada uma escada, e sobre a escada um cacho de bananas. Quando um macaco subia a escada para apanhar as bananas, os cientistas lançavam um jato de água fria nos que estavam no chão.

Depois de um certo tempo;  quando um macaco ia subir a escada, os outros batiam nele. Passado mais algum tempo, nenhum macaco subia a escada, apesar da tentação das bananas no topo da escada.

Então os cientistas substituíram um dos cinco macacos, e a primeira coisa que ele fez foi subir a escada, e dela, sendo rapidamente retirado pelos outros que lhe bateram. Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não subia mais a escada para buscar as bananas.

Um segundo macaco foi substituído e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto participado com entusiasmo na surra do novato. Um terceiro foi trocado e repetiu-se o fato. Um quarto e finalmente o ultimo dos veteranos foi substituído.

Os cientistas ficaram então com  um grupo de cinco macacos que mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam a bater naquele que tentava chegar às bananas.

Se fosse possível perguntar a algum deles: Porque batiam em quem tentasse subir a escada para pegar as bananas? Com certeza a resposta seria: “ Não sei, as coisas sempre foram assim por aqui “.

"Paradígmas precisam ser quebrados para que haja uma evolução; do contrário a vida ficará estagnada. Estamos acostumados a seguir rotinas e rotinas, e isso nos tira a essência do próprio ser. Devemos lembrar que não somos máquinas e que a vida não flui  através de um caminho determinado por outros, pois somos todos diferentes no que concerne o papel de cada um.

Sejamos a busca de nossa própria identidade e do respeito da identidade do outro. Sejamos criativos, inovadores e autênticos, buscando novas formas de lidar com todos os aspectos da vida e de nosso ser; caminhando sempre pra buscar estas qualidades onde naturalmente elas habitam. Não do lado de fora, pois o que está fora é, sempre foi e sempre será apenas as repetições do que já vivenciamos como um todo. Não há novidades nisso. Devemos sim, descobrir o lado de dentro, o Ser interno, o que ainda não foi explorado; onde podemos ter respostas sempre brilhantes e renovadas. Onde podemos alcançar o nosso Eu ilimitado e extasiante. Essa é a verdadeira busca, e na verdade, todos nós estamos buscando isso, conscientes ou inconscientemente, pois o propósito eterno da existência é evoluir, S E M P R E !!! Resta fazermos a pergunta a nós mesmos:  Em que lugar me encontro nessa evolução?

Se lhe interessa umas dicas?

-Seja mais você, mas não por arrogância, porém, para ter a chance de descobrir quem verdadeiramente você é.

- Derrube todos os dogmas; eles geralmente estão ligados a interesses suspeitos de outrem. E de outra forma, você estará livre para ter suas próprias opiniões a respeito de seja qual for o assunto. Quem sabe não descobre algo novo e maravilhoso, que ninguém ainda havia analisado?

- Preste atenção às frases e hábitos que nos ensinaram e ainda nos ensinam, os quais aparentam estar nos levando para uma suposta elevação no nosso espírito e bem estar. Armadilhas como: “ O céu é o limite”, “ Derrubo um leão todos os dias”, e outras tantas coisas que afirmamos todos os dias e que nos limitam e nos trazem dificuldades, pois, se “O céu é o limite” não estarei utilizando todo o meu potencial, porque estarei limitado a alguma coisa.

- Acreditem! Somos todos ilimitados, e o que traz nossas limitações são nossos próprios pensamentos. Nossas próprias criações. Nossos próprios julgamentos do que acreditamos ser real ou não.

Pensem... Se o propósito da alma humana é evoluir sempre, porque deveríamos ser limitados?"

 

Eitchaa!!! Que hoje eu despejei um monte de “baboseiras”... Espero não ter sido muito contundente e nem era essa a minha intenção.

Que a Luz se acenda nas nossas mentes e corações, pra que tenhamos um mundo mais verdadeiro e agradável para todos nós vivermos. Eu acredito!!!

Fiquem na paz e tenham uma noite feliz. Vitória Sempre na Luz de Deus.                         

                                                                                                                   Om Shanti.


CRIATIVIDADE - BY OSHO

Criatividade “Pare de usar sua loucura, negatividade e destrutividade contra si mesmo e os outros. Isso tem sido fácil. Destruição, até mesmo uma criança pode fazer. Agora volte-se para algo interno, completamente não-familiar. Isso exige tremenda coragem e força. Permita-se expressar sua criatividade"                                                                                                ( OSHO )

A TIGELA DE MADEIRA

 

 tigela de madeira

Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade. As mãos do velho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos vacilantes.

A família comia reunida à mesa.

Mas, as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam na hora de comer. Ervilhas rolavam de sua colher e caíam no chão. Quando pegava o copo, leite era derramado na toalha da mesa.

O filho e a nora irritaram-se com a bagunça. - "Precisamos tomar uma providência com respeito ao papai", disse o filho. - "Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente comendo com a boca aberta e comida pelo chão."

Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha. Ali, o avô comia sozinho enquanto o restante da família fazia as refeições à mesa, com satisfação. Desde que o velho quebrara um ou dois pratos, sua comida agora era servida numa tigela de madeira. 

Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, às vezes ele tinha lágrimas em seus olhos. Mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram admoestações ásperas quando ele deixava um talher ou comida cair ao chão.

O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio.

Uma noite, antes do jantar, o pai percebeu que o filho pequeno estava no chão, manuseando pedaços de madeira. Ele perguntou delicadamente à criança:

- "O que você está fazendo?"

O menino respondeu docemente:

- "Oh, estou fazendo uma tigela para você e mamãe comerem, quando eu crescer"

O garoto de quatro anos de idade sorriu e voltou ao trabalho. Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que eles ficaram mudos. Então lágrimas começaram a escorrer de seus olhos.

Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito. Naquela noite o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente conduziu-o à mesa da família.

Dali para frente e até o final de seus dias ele comeu todas as refeições com a família. E por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando um garfo caía, leite era derramado ou a toalha da mesa sujava.


 

 


ENVENENANDO A SOGRA

ENVENENANDO A SOGRA


Era uma vez uma jovem que se chamava Lin; que se casou e foi viver com o marido na casa da sogra.

Depois de algum tempo começou a ver que não se adaptava a sogra; os temperamentos eram muito diferentes e Lin cada vez  se irritava mais com os hábitos e costumes da sogra, à qual criticava cada vez com mais insistência.

Com o passar dos meses as coisas foram piorando a ponto de a vida se tornar insuportável, no entanto, segundo as tradições antigas da china, a nora tem que estar sempre a serviço da sogra e obedecer-lhe em tudo. Mas Lin não suportando por mais tempo a idéia de viver com a sogra, tomou a decisão de consultar um mestre velho amigo de seu pai.

Depois de ouvir a jovem o  mestre Ryoni pegou num ramalhete de ervas medicinais e disse: Para te livrares da tua sogra não as deves usar de uma só vez, pois, isso causaria suspeita; vais misturar com a comida pouco a pouco, dia após dia, e assim ela vai se envenenando lentamente, mas, para teres a certeza de que, quando ela morrer ninguém suspeitará de ti, deverás ter muito cuidado e tratá-la sempre com muita amizade; não discutas e ajude-a a resolver os seus problemas. Li respondeu: Obrigado mestre Ryoni, farei tudo o que me recomendas.

Li ficou muito contente e voltou entusiasmada com o projeto de assassinar a sogra. Durante várias semanas Lin serviu, dia sim, dia não uma refeição preparada especialmente para a sogra, e tinha sempre presente a recomendação de mestre Ryoni para evitar suspeitas; controlava o temperamento, obedecia à sogra em tudo, e a tratava como se fosse a sua própria mãe.

Passados seis meses, toda a família estava mudada. Lin controlava bem o seu temperamento e quase nunca se aborrecia. Durante esses meses não teve uma única discussão com a sogra, que também se mostrava  muito mais amável e mais fácil de se tratar com ela; e ambas passaram a tratar-se como mãe e filha.

Certo dia Lin foi procurar o mestre Ryoni para lhe pedir ajuda e disse: Mestre! Por favor ajude a evitar que o veneno venha a matar a minha sogra; é que ela transformou-se numa mulher agradável e gosto dela como se fosse a minha mãe. Não quero que ela morra por causa do veneno que estou lhe dando. Mestre Riony lhe sorriu e abanou a cabeça... Lin não te preocupe. A tua sogra não mudou; quem mudou foste tu; as ervas que te dei são vitalinas; para melhorar a saúde. O veneno estava nas suas atitudes, mas, foi sendo substituído pelo amor e carinho que lhe começas-te a dedicar.

Na China há um provérbio que diz: “ A PESSOA QUE AMA OS OUTROS, TAMBÉM SERÁ AMADA”.

                                                                                              ( Autor desconhecido )


GRANDE EXEMPLO NA CULTURA AFRICANA - Lindo!!! Confiram, vale a pena.

GRANDE  EXEMPLO NA CULTURA AFRICANA 

 

UBUNTU

A jornalista e filósofa Lia Diskin, no Festival Mundial da Paz, em Floripa (2006), nos presenteou com um caso de uma tribo na África chamada Ubuntu. Ela contou que um antropólogo estava estudando os usos e costumes da tribo e, quando terminou seu trabalho, teve que esperar pelo transporte que o levaria até o aeroporto de volta pra casa.

Sobrava muito tempo, mas ele não queria catequizar os membros da tribo; então, propôs uma brincadeira pras crianças, que achou ser inofensiva. Comprou uma porção de doces e guloseimas na cidade, botou tudo num cesto bem bonito com laço de fita e tudo e colocou debaixo de uma árvore. Aí ele chamou as crianças e combinou que quando ele dissesse "já!", elas deveriam sair correndo até o cesto, e a que chegasse primeiro ganharia todos os doces que estavam lá dentro.

As crianças se posicionaram na linha demarcatória que ele desenhou no chão e esperaram pelo sinal combinado. Quando ele disse "Já!", instantaneamente todas as crianças se deram as mãos e saíram correndo em direção à árvore com o cesto. Chegando lá, começaram a distribuir os doces entre si e a comerem felizes. O antropólogo foi ao encontro delas e perguntou porque elas tinham ido todas juntas se uma só poderia ficar com tudo que havia no cesto e, assim, ganhar muito mais doces. Elas simplesmente responderam: "Ubuntu, tio.

Como uma de nós poderia ficar feliz se todas as outras estivessem tristes?" Ele ficou desconcertado! Meses e meses trabalhando nisso, estudando a tribo, e ainda não havia compreendido, de verdade, essência daquele povo. Ou jamais teria proposto uma competição, certo? Ubuntu significa: "Sou quem sou, porque somos todos nós!" Atente para o detalhe: porque SOMOS, não porque temos...

UBUNTU

É uma filosofia Africana que existe em vários países da África, que foca nas alianças e relacionamentos das pessoas umas com as outras. A palavra vem das línguas dos povos Banto, na África do Sul nas línguas Zulu e Xhosa. Ubuntu é tido como um conceito tradicional africano.

Uma tentativa de tradução para a Língua Portuguesa poderia ser "humanidade para com os outros". 
Uma outra tradução poderia ser "a crença no compartilhamento que conecta toda a humanidade".

Os Mestres Ascensos tem como lema / moto: “Um por Todos, e Todos por Um”

O prêmio Nobel da Paz, o bispo sul-africano Desmond Tutu, uma vez explicou:

“Ubuntu é a essência do ser humano. Você não pode viver isoladamente, você não pode ser humano se é só. Uma pessoa com ubuntu está aberta e disponível aos outros, não-preocupada em julgar os outros como bons ou maus, e tem consciência de que faz parte de algo maior e que é tão diminuída quanto seus semelhantes que são diminuídos ou humilhados, torturados ou oprimidos.”

Para outro Nobel da Paz, o ex-presidente Nelson Mandela:

“Para ser feliz é preciso viver em coletividade, em harmonia com quem está a sua volta. Ou seja, tudo de bom que você pode sentir ou desejar a uma pessoa, os africanos resumiram em apenas seis letras."

Ubuntu é visto como um dos princípios fundamentais da nova república da África do Sul. (no Zimbabue por exemplo). Ubuntu tem sido usado como forma de resistência à opressão existente no país, e está intimamente ligado à idéia de uma Renascença Africana. Na esfera política, o conceito do Ubuntu é utilizado para enfatizar a necessidade da união e do consenso nas tomadas de decisão, bem como na ética humanitária envolvida nessas decisões.

“O conceito do Ubuntu define um indivíduo em termos de seus relacionamentos com os outros, e enfatiza a importância do Ubuntucomo um conceito religioso, assentando na máxima Zulu: Umuntu ngumuntu ngabantu (uma pessoa é uma pessoa através de outras pessoas), que aparentemente não tem conotação religiosa na sociedade ocidental.

No contexto africano, isso sugere que o indivíduo se caracteriza pela humanidade com seus semelhantes e através da veneração aos seus ancestrais. Assim, aqueles que compartilham do princípio do Ubuntu no decorrer de suas vidas continuarão em união com os vivos após a sua morte”, ou seja, ele estará vivo na memória daquele pensamento; daquela ação, porque participou da construção da mesma, a respeitou e a manteve viva.

Uma linda tarde a todos e um ótimo começo de fim de semana.